MINICURSOS

 

18 de setembro | 09:00 - 12:00
Curso 01* - A orientação e o aconselhamento na contemporaneidade | Maria Eduarda Duarte
Curso 02* - Planejamento de carreira para adultos em transição | Alyane Audibert e Manoela Ziebell
Curso 03  - Métodos qualitativos de avaliação psicológica em OPC | Lucilene Tofoli

Curso 04  - Educação financeira e desenvolvimento de Carreira | Alexsandro Andrade

Curso 05  - Infinito de carreira: método de desenvolvimento, construção e transição de carreira | Tiago Febel

Curso 06  - OP na clínica com adolescentes: a primeira escolha | Roberta Cavalcante

Curso 07  - Introdução ao Teste de Fotos de Profissões - BBT-Br | Lucy Leal Melo-Silva e Mariana Araujo Noce

Curso 08**  - Personality assessment and career interventions for adultsJérôme Rossier

 

19 de setembro | 09:00 - 12:00

Curso 09* - Orientação profissional e de carreira centrada na interseccionalidade de classe, gênero e raça: teoria e prática | Marcelo Afonso Ribeiro

Curso 10* - Responder a um teste é contar uma história: abordagem narrativa aos instrumentos de interesses | Rodolfo Ambiel

Curso 11  - Competências para profissionais em um mercado de permanente mudanla | Tiago Febele, Manoela Ziebell e Daniela Boucinha

Curso 12*  - Gestão Pessoal da Carreira em Contexto Universitário

Curso 13  - Carreira e saúde mental na pós-graduação: possibilidade de intervenção | Samantha Toledo 

Curso 14  - Introdução à orientação de carreira na perspectiva da abordagem Cognitive Information Processing | Renata Muniz Prado

Curso 15  - Orientação profissional e de carreira com pessoas com deficiência: proposta de práticas inclusivas | Leonardo Barros

Curso 16  - Elaboração de projetos interventivos em orientação profissional e de carreira: diferentes demandas e públicos | Hugo Ferrari Cardoso

* Cursos disponíveis apenas para associados/as ABOP.

Curso 1 - A orientação e o aconselhamento na contemporaneidade
Ministrante: Maria Eduarda Duarte (Portugal)

Disponível apenas para associados/as ABOP.

 

A utilidade da “ciência humana” reside no modo como o mundo nela se condensa e dá a conhecer o seu significado: as noções de indivíduo e de contexto, radicando cada vez mais no próprio núcleo do entendimento humano, devem trabalhar firmemente para uma espécie de ancoragem da ideia de individualização; trata-se afinal de colocar o trabalho “dentro” da vida de cada um e entender o seu conteudo subjectivo. Assim sendo, torna-se cada vez mais necessário trabalhar com as pessoas para ajudá-las no desenvolvimento do seu capital intelectual, de competências e de investimentos que preconizem desenvolvimento. No contexto actual, a construção de aparelhos teóricos que se possam adequar a cada contexto é uma busca incessante de procuras de respostas a dar quer ao indivíduo, quer ao colectivo, sendo a principal referência a noção de utilidade num processo de construção de vida, incluindo a vida de trabalho. Responder aos desafios da sociedade de hoje, como a crise económica, a precariedade do trabalho, a ausência de fontes de financiamento, a explosão do trabalho “indecente”, deve ser entendido como uma simbiose das disponibilidades teóricas e das necessidades reais. Na tentativa de procurar algumas respostas, o workshop divide-se em quatro momentos:  (1) a orientação e o aconselhamento; (2) os contextos de intervenção; (3) a intervenção em aconselhamento; (4) as perguntas e as respostas sobre as competências ( os participantes vão decidir).... Por fim, e destacando a importância do paradigma Life Design pretende-se deixar uma reflexão conjunta sobre a comtemporaneidade: que métodos, que processos, que técnicas poderão dar melhor resposta... aos encontros entre a orientação / aconselhamento e todos os “pequenos príncipes” que existem em cada um de nós.

 

Minicurriculo: Professora Titular na Faculdade de Psicologia da Universidade de Lisboa, Portugal. Presidente da UNESCO CHAIR: Lifelong guidance and counseling, Universidade de Wroclaw, Polônia. Presidente passada da Counseling Division, International Association of Applied Psychology

 

 

 

Curso 2  - Planejamento de carreira para adultos em transição
Ministrantes: Manoela Ziebell de Oliveira e Alyane Audibert

Disponível apenas para associados/as ABOP.

 

O ingresso na era da informação, a partir dos anos 90, resultou em importantes impactos para as relações laborais, na medida em que postos de trabalho foram extintos ou transformados para atender às novas demandas do mercado de trabalho. Uma evidente consequência dessa mudança foram as transições (voluntárias e involuntárias) mais frequentes entre empregadores ou status de emprego. Em atenção a esse movimento, a literatura científica vem apresentando evidências de que indivíduos que se preocupam com seu planejamento de carreira, refletem sobre as próprias competências e limitações, e exploram constantemente as possibilidades de desenvolvimento disponíveis, entre outros comportamentos proativos, tendem a desenvolver maior autonomia sobre suas decisões e competências necessárias para o enfrentamento de transições de carreira. Neste minicurso serão abordados aspectos considerados fundamentais em processos de planejamento para a transição de carreira em adultos: a reflexão sobre si; a construção da narrativa de carreira; os papéis ocupados e a saliência de papéis; as estratégias de apresentação e busca de oportunidades no mercado de trabalho. O trabalho será realizado a partir de elementos teóricos e práticos com a finalidade de instrumentalizar teórica e tecnicamente os participantes para processos de aconselhamento com adultos.

 

Minicurrículos:

Manoela Ziebell de Oliveira: Possui graduação (2007), Mestrado (2010), e Doutorado (2014) em Psicologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Participou da Missão de Curta Duração da Universidade Federal do Rio Grande Sul na Katholieke Universiteit Leuven, sob orientação da PhD. Nicky Dries, e do Programa de Doutorado Sanduiche na Ohio University, OH/USA, no CAREER, grupo de pesquisas sobre turnover voluntário e retenção de profissionais, coordenado pelo PhD. Rodger W. Griffeth. Participa do Scientific Talent Research Team (START), o primeiro grupo de pesquisa acadêmica sobre talentos no mundo, organizado por pesquisadores da KU Leuven. Tem experiência como orientadora profissional e consultora de carreira. Seu principal interesse de pesquisa é o estudo do desenvolvimento de carreira em diferentes etapas da vida e em contextos culturais. Atualmente é responsável pelo Grupo de Estudos em Desenvolvimento de Carreira da PUCRS. Este grupo conta com três linhas de pesquisa que têm por objetivo ampliar o conhecimento sobre o desenvolvimento de carreira, bem como desenvolver instrumentos, ferramentas, e intervenções adequados ao contexto brasileiro: 1) Transições de carreira ao longo do ciclo vital, 2) Carreira, cultura e organizações, e 3) Desenvolvimento e validação de instrumentos e técnicas no campo da orientação e desenvolvimento de carreira. Vice-presidente da Associação Brasileira de Orientação Profissional e Editora-chefe da Revista Brasileira de Orientação Profissional.

 

Alyane Audibert: Psicóloga e Mestre em Aconselhamento de Carreira pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Doutoranda do Grupo de Estudos em Desenvolvimento de Carreira (PUCRS). Coordenadora do Programa de Apoio Psicológico e Organizacional (PAPO) da ESPM-Sul. Professora universitária nas disciplinas de Psicologia para os cursos de Design e Publicidade e Propaganda da ESPM-Sul. Coach executivo certificada pela Academy of Executive Coaching (AoEC Brasil). Orientadora de Carreira para adolescentes em situação de escolha profissional, estudantes universitários e planejamento de carreira de adultos. Professora convidada para palestras no Ensino Médio, na graduação e pós-graduação nos temas de Planejamento de Carreira e Escolha Profissional. Realiza atividades de educação para a Carreira em escolas, com pais e/ou alunos. Foi orientadora da Unidade Procempa do Projeto Pescar. 

 

 

 

Curso 3 - Métodos qualitativos de avaliação psicológica em OPC
Ministrante: Lucilene Tofoli

 

Neste curso, serão abordados o tema de Avaliação de Carreira e principais abordagens qualitativas, tendo como base as principais publicações internacionais realizadas nos ultimos dez anos com o foco nesta modalidade de avaliação. Este curso tem o objetivo de compartilhar o conhecimento desta mais nova forma de avaliar,  instrumentalizar os participantes técnicas e instrumentos para a avaliação qualitativa de orientação profissional e de carreira(OPC). Os contéudos serão abordados de forma expositiva. Considerando como principais temas: (1) a avaliação de carreiras qualitativa em seus contextos históricos, filosóficos, teóricos e de pesquisa, (2) a avaliação também como processo de aprendizagem, (3) apresentação de instrumentos de avaliação de carreira qualitativa e processos escritos utilizados e publicados, (4) avaliação quantitativa e qualitativa da carreira, considerando suas complementaridades e contribuições para OPC, (5) a utilização de abordagens qualitativas para avaliação de carreira em diferentes contextos e (6) a aplicabilidade para nossa realidade e principais reflexões, por meio de exercicios e apresentação de estudo de caso. O curso é destinado a profissionais que atuem em orientação profissional e de carreira e a estudantes interessados.

 

Minicurriculo: Sólida Formação na área de Educação Organizacional, atuando nesta área desde 1996. Graduada em Psicologia pela Universidade São Francisco (1996) graduação em Licenciatura Plena em Psicologia pela Universidade São Francisco (1994) e Mestrado em Psicologia com concentração em Avaliação Psicológica (USF/2018). Primeira Secretaria da Associação Brasileira de Orientação Profissional (ABOP) Formação de Coach pelo Ecosocial e certificada pela ICF como Professional Coach - PCC, Certificada em Hogan Assessment , pos graduada em especialização em Gestão estrategia de Negócios/ Psicologia Comportamental/Educação. Atuou como process manager - na Unilever em diferentes países da America Latina com o papel para a área de gerenciamento da mudança em implementação de novas tecnologias. E atualmente desde 2007, atua em consultoria para executivos em Avaliação e Desenvolvimento de Competências Profissionais e Liderança. Membro sócio fundadora International Coaching Federation /capitulo SP

 

 

 

Curso 4 - Educação Financeira e Desenvolvimento de Carreira
Ministrante: Alexsandro Luiz De Andrade

 

Na atualidade, os indivíduos precisam gerir um conjunto amplo de recursos para manutenção de suas condições de vida, formação educacional, sucesso profissional, aposentadoria, empregabilidade e, mais recentemente, de trabalhabilidade. O presente curso inseri considerações pertinentes sobre Educação Financeira (EF) no processo de desenvolvimento de carreira e no trabalho do orientador profissional neste assunto. Educação financeira é um tema atual nas diretrizes governamentais, sendo sua discussão e aplicação para população brasileira uma questão ainda incipiente. Através do presente curso, serão apresentados tópicos introdutórios relacionados ao planejamento financeiro e sua interface com os novos paradigmas e intervenções em desenvolvimento de carreira. Serão apresentados ainda conceitos fundamentais, ferramentas de intervenção e tarefas práticas para aplicação em adultos em transição de carreira e planejamento para aposentadoria.

 

Minicurriculo: Possui graduação em Psicologia pela Universidade Federal de Santa Catarina (2005), mestrado em Psicologia pela Universidade Federal de Santa Catarina (2007) e doutorado em Psicologia pela Universidade Federal do Espírito Santo (2011). Atualmente é professor adjunto da Universidade Federal do Espírito Santo. Tem experiência na área de Psicologia e Administração, com ênfase em Fundamentos e Medidas da Psicologia; Planejamento de Carreira; Conflito trabalho-família; Psicologia Organizacional e do Trabalho.

 

 

 

Curso 5 - Infinito de carreira: método de desenvolvimento, construção e transição de carreira
Ministrante: Tiago Febel

 

Nos dias de hoje percebemos que construir um caminho de carreira tende a não ser tarefa fácil. Muitas pessoas buscam encontrar a carreira dos seus sonhos e, com o tempo, identificam dificuldade não apenas para encontrá-la, mas também para descobrir quais passos são necessários para que se desenvolva. A partir desta demanda de mercado e da prática no aconselhamento e orientação de carreira, desenvolveu-se o processo chamado INFINITO DE CARREIRA, que será o tema deste mini curso. O símbolo do infinito representa a continuidade, aludindo às carreiras individuais, que também precisam estar em constante movimento. O INFINITO DE CARREIRA é composto por quatro fases AUTOCONHECIMENTO, PLANEJAMENTO, EXPRESSÃO e EVOLUÇÃO. Neste mini curso pretende-se apresentar como aplicar esta metodologia na Orientação Profissional.

 

Minicurriculo: Especialista em desenvolvimento humano, Coach e Consultor de negócios, sócio proprietário da New Me – Escola de Carreira, empresa voltada ao desenvolvimento humano, construção, transição e potencialização de carreira. Mestrando em Psicologia pela PUCRS. Especialista em Marketing Estratégico pela ESPM-RS e graduado em Administração de empresas pela Universidade do Vale do Rio Sinos (UNISINOS). Ciência da Psicologia do Coaching pela Universidade de HARVARD (USA). Resiliência Psicológica e Desbloqueio da Imunidade à Mudança: Uma nova abordagem para o Desenvolvimento de Pessoas pela universidade de HARVARD (USA). Certified Creative Coach - CLI (São Paulo) Professional & Life Coach pelo BCI – Behavioral Coaching Institute (USA), IAC – International Association of Coaching, GCC – Global Coaching Community (Alemanha), ECA – European Coaching Association (Alemanha/Suiça) e IBC. Analista Comportamental pelo IBC, GCC e SOLIDES. Formação em Coaching Sistêmico de Equipes pela AoEC (Academy of Executive Coaching) e em Análise Transacional. Possui mais de dezessete anos de experiência nas áreas de desenvolvimento, educação, recursos humanos e marketing. Membro afiliado do INSTITUTE OF COACHING (IOC), do Hospital McLean que é afiliado à escola médica de HARVARD. Fundador do ICF – International Coach Federation (USA), capítulo no Rio Grande do Sul e membro da primeira Diretoria de Desenvolvimento. Membro da diretoria da ABOP  (Associação Brasileira de Orientação Profissional). Conselheiro na PS Empresa Júnior da UFRGS e Mentor do escritório de carreira da PUCRS. Professor e ministra palestras, cursos e treinamentos em empresas e instituições de ensino, como Unisinos, Feevale, IPA, UniRitter, Senacrs e ESPM-RS.

 

 

 

Curso 6 - OP na clínica com adolescentes: a primeira escolha

Ministrante: Roberta Cavalcante
 

A escolha profissional é um processo amplo e complexo  em que os adolescentes podem se sentir cobrados a assumirem posturas “mais responsáveis” diante da sociedade, tendo que tomar uma decisão quanto a escolha da sua futura profissão. A orientação profissional é uma prática psicológica que no contexto clinico lidamos  com muitas  inquietações e dúvidas, principalmente dos adolescentes que estão concluindo o  Ensino Médio. O mini curso orientação profissional na clínica com adolescentes : a primeira escolha, tem como objetivo central oferecer algumas indicações teóricas e práticas (instrumentais) para profissionais e estudantes de psicologia que apresentam interesse na orientação profissional com adolescentes na abordagem clínica e pretende-se abordar sobre o processo de orientação profissional na clínica (suas etapas) e as principais demandas trazidas por essa clientela, pois no processo de escolha profissional um fator importante é  a maturidade para a escolha, que envolve o quanto o jovem está decidido e seguro em relação à sua escolha profissional, o quanto o jovem preocupa-se com a essa escolha e empreende ações para a efetivação da mesma e embora os adolescentes estejam passando pelo mesmo momento, o da primeira escolha profissional, tenham a mesma média de idade e podem fazer parte da mesma realidade social, percebe-se que cada adolescente é único em sua subjetividade. E com isso, cada história muda a nossa forma de fazer a orientação profissional.

 

Minicurriculo: Graduação em Psicologia pela Universidade Federal do Ceará. Mestrado em Educação em Saúde pela Universidade de Fortaleza. Doutoranda em Psicologia Social pela Universidade de John F. Kennedy em Buenos Aires. Docente do curso de Psicologia da Universidade de Fortaleza. Formação em psicologia positiva pelo Instituto Brasileiro de Psicologia Positiva/ BH. Formação em Orientação Profissional e Carreira pelo Instituto do Ser / SC. Docente convidada do Instituto do Ser /SC. Atua como Psicóloga Clinica e orientação profissional com adolescentes e adultos. Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em Psicologia da educação, social e Psicologia do desenvolvimento, atuando nos seguintes temas: escolha profissional, juventude, fatores determinantes da escolha profissional e projeto de vida

 

 

 

Curso 7 - Introdução ao Teste de Fotos de Profissões - BBT-Br
Ministrantes: Lucy Leal Melo-Silva e Mariana Araújo Noce

 

O Aconselhamento de Carreira requer competências especializadas do orientador profissional/psicólogo e entre elas a de avaliação de dimensões psicológicas. O curso objetiva iniciar a capacitação de psicólogos para a realização de avaliação de interesses com vistas ao planejamento e à intervenção em processos de aconselhamento, individual ou em grupo, por meio da utilização do BBT-Br (Teste de Fotos de Profissões / Berufsbilder Test): método projetivo para a clarificação das inclinações profissionais, de Martin Achtnich, adaptado ao contexto brasileiro pela equipe de Prof. Dr. André Jacquemin do Centro de Pesquisas e Psicodiagnóstico da FFCLRP/USP. O BBT-Br é um instrumento projetivo que pressupõe oito fatores, ou radicais de inclinação, como elementos básicos para se classificar os interesses das pessoas, como desdobramento de influências ambientais e socioculturais. As estruturas de interesses são investigadas por meio de escolhas e rejeições das atividades, ambientes e instrumentos de trabalho, representados nas imagens que compõem o teste. A classificação das imagens é realizada considerando-se as impressões afetivas dos indivíduos a partir das fotos que compõem o instrumento de avaliação. O programa do curso inclui os seguintes conteúdos: (a) avaliação psicológica no contexto do aconselhamento de carreira; (b) o BBT-Br como método projetivo no Aconselhamento de Carreira (formas de aplicação); (c) história da gênese do teste de fotos, objetivos e princípios; (d) investigações brasileiras; (e) aplicação do teste; (f) apuração do teste; (g) significação dos oito fatores; (h) interpretação dos resultados: análise quantitativa e qualitativa; (i) e a história das cinco fotos preferidas. A ênfase deste curso é na aplicação do instrumento com indicação de referências visando ao aprofundamento teórico necessário para o domínio da técnica.

 

Minicurriculo Lucy Leal Melo-Silva: Psicóloga, livre-docente pela Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, docente na Graduação e Pós-graduação em Psicologia da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo (FFCLRP/USP). Graduada em Psicologia pela UNESP-Bauru (1981), Mestrado em Educação Especial pela Universidade Federal de São Carlos (1993) e Doutorado em Psicologia pela Universidade de São Paulo (2000). É Responsável pela área de Orientação Profissional na FFCLRP/USP, na qual desenvolve pesquisa, ensino e extensão. Linhas de pesquisa: (a) Orientação profissional, educação e desenvolvimento de carreira: diagnóstico e intervenção, e (b) desenvolvimento socioemocional e competências de carreira. Membro da Associação Brasileira de Orientadores Profissionais (ABOP) e da International Association Educational Vocacional Guidance (IAEVG), entre outras associações científicas como ANPEPP, SBP e ASBRo. Editora da Revista Brasileira de Orientação Profissional (RBOP) no período de 2002 a 2013, responsável pela editoração de 21 fascículos e pela indexação do periódico em 11 bases de dados, incluindo Scopus e Psycinfo. Coeditora da RBOP após 2013. Autora de livros na área da Orientação Profissional e Formação em Psicologia

 

Minicurriculo Mariana Araújo NoceBacharel em Psicologia e Psicóloga pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto, da Universidade de São Paulo (FFCLRP-USP) (1996). Possui Mestrado (2003) e Doutorado (2008) em Psicologia também pela FFCLRP-USP, ambos nas áreas de Avaliação Psicológica e Orientação Profissional e de Carreira. Atualmente é professora da Universidade de Ribeirão Preto - UNAERP (desde 2002), ministrando disciplinas e supervisionando estágios nas áreas de Metodologia Científica, Orientação Profissional e de Carreira e Avaliação Psicológica. Também é Coordenadora do Curso de Psicologia da Universidade de Ribeirão Preto - UNAERP (desde 2011). Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em Orientação Vocacional / Profissional e de Carreira, atuando principalmente nos seguintes temas: BBT - Teste de Fotos de Profissões, Orientação Vocacional / Profissional, Adolescentes e Avaliação Psicológica. Possui Especialização em Psicologia Analítica pelo Núcleo de Estudos Junguianos "Nise da Silveira" de Ribeirão Preto (2007), filiado ao IPAC - Instituto de Psicologia Analítica de Campinas.

 

 

 

Curso 8  - Personality assessment and career interventions for adults

Ministrante: Jérôme Rossier (Suiça)

Disponível apenas para associados/as ABOP.

Atividade sem tradução simultânea.

 

Minicurriculo: Jérôme Rossier studied psychology at the University of Lausanne and at the Catholic University of Louvain, Belgium and is currently full professor of vocational and career counseling psychology at the Institute of Psychology of the University of Lausanne. He is the editor of the International Journal for Educational and Vocational Guidance and member of several editorial boards of scientific journals such as the Journal of Vocational Behavior or the Journal of Research in Personality. His teaching areas and research interests include counseling, personality, psychological assessment, and cross-cultural psychology. He published a great number of articles and book chapters and recently co-edited the Handbook of life design: From practice to theory and from theory to practice. He participated actively to many international research projects, such as the personality across culture research or the international career adaptability project. He is currently member of the Psychological and educational sciences evaluation panel of the Swiss National Science Foundation (SNF) and of the Scientific advisory committee for VET research of the State secretariat for education, research and innovation (SERI), of the Federal department of economic affairs, education and research (EAER).

 

 

 

 

Curso 9 - Orientação Profissional e de Carreira centrada na interseccionalidade de classe, gênero e raça: teoria e prática em busca da promoção da justiça social e trabalho decente

Ministrante: Marcelo Afonso Ribeiro

Disponível apenas para associados/as ABOP.

 

A orientação profissional e de carreira no Brasil tem focado suas pesquisas e práticas no auxílio de jovens em momento de escolha, universitários em crise e adultos em transição de carreira. Além disso, em geral, importa teorias que propõem concepções de ser humano construídas em contextos diversos ao brasileiro, sem contextualizar, de forma apropriada, conceitos e práticas à nossa realidade. Este panorama provoca a exclusão de boa parte da população brasileira do acesso à orientação e oferece teorias descontextualizadas que podem gerar opressão ao invés de auxílio à construção do futuro no trabalho. Assim, este minicurso visa apresentar e discutir uma proposta teórico-prática socioconstrucionista de orientação de carreira fundamentada na interseccionalidade de gênero, classe e raça, e baseada na articulação entre teorias do mainstream da orientação (Life Design e Psychology of Working Theory) com teorias produzidas na América Latina. Para tal tarefa irá: (a) discutir os principais desafios da orientação profissional e de carreira na contemporaneidade, principalmente buscando contribuir para a promoção da justiça social e trabalho decente; (b) apresentar os três principais movimentos teórico-práticos da orientação (traço-fator, narrativo e justiça social) e como cada um tem enfrentado os desafios contemporâneos; (c) traçar um breve panorama das propostas brasileiras e latino-americanas em orientação, bem como propostas emergentes do hemisfério sul, principalmente da África, China e Índia; (d) discutir o conceito de interseccionalidade e a importância de sua inclusão na orientação; e (e) apresentar e discutir a proposta de orientação de carreira fundamentada na interseccionalidade através de estudos de casos.

 

Minicurriculo: Possui graduação em Psicologia pela Universidade de São Paulo (1992), Licenciatura em Psicologia pela Universidade de São Paulo (1993), Mestrado em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano pela Universidade de São Paulo (1998), Doutorado em Psicologia Social pela Universidade de São Paulo (2004) e Livre Docência em Psicologia do Trabalho e das Organizações pela Universidade de São Paulo (2012). Atualmente é professor e pesquisador em Regime de Dedicação Integral à Docência e à Pesquisa do Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo, onde é Coordenador do Centro de Psicologia Aplicada ao Trabalho (CPAT). Professor visitante na Universidad Del Valle (Colômbia), Université de Savoie (França) e no CNAM (Conservatoire des Arts et Métiers - França). Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em Psicologia Social do Trabalho e das Organizações e Orientação Profissional e de Carreira, atuando principalmente nos seguintes temas: carreira, mundo do trabalho, desemprego, exclusão do trabalho, trabalho decente, carreira de populações vulneráveis no mundo do trabalho, trajetórias de vida de trabalho, identidade de trabalho, orientação profissional e de carreira, educação e informação profissional. É bolsista produtividade do CNPq - PQ-2

 

 

 

Curso 10 - Responder a um teste é contar uma história: abordagem narrativa aos instrumentos de interesse

Ministrante: Rodolfo Ambiel

Disponível apenas para associados/as ABOP.

 

Inventários de interesses são ferramentas importantes no campo da orientação profissional e de carreira e sua usabilidade pode ser aprimorada a partir de abordagens construtivistas com o princípio de avaliações e intervenções baseadas em narrativas. Considerando que a avaliação de interesses por meio de instrumentos padronizados podem ser uma alternativa para os orientadores auxiliarem seus clientes a organizarem as narrativas sobre suas carreiras, este minicurso tem como objetivo apresentar um procedimento sistematizado para trabalhar com os resultados de inventários de interesses, no sentido de aplica-los de forma prática e promover reflexão e autoconhecimento. Tal procedimento, de autoria do ministrante do curso, é nomeado de Responder a um Teste é Contar uma História ou, em inglês, Taking a Test is Telling a Story (TTTS). Assim, ao longo do curso, será feita uma aproximação conceitual entre o Life Design Counseling e a Avaliação Terapêutica. Também serão abordados os aspectos emocionais e cognitivos envolvidos no processo de responder a um teste de autorrelato. Dois casos serão apresentados para exemplificar a aplicação do procedimento e exercícios práticos serão realizados.

 

Minicurriculo: Psicólogo, Doutor em Psicologia pela Universidade São Francisco. Docente do Programa de Pós-graduação Stricto Sensu em Psicologia da Universidade São Francisco (área de concentração em Avaliação Psicológica) e do curso de graduação em Psicologia da mesma universidade. É editor-chefe da Revista Psico-USF (Qualis A2). Presidente da Associação Brasileira de Orientação Profissional (ABOP) - gestões 2015-2017 e 2017-2019. Bolsista Produtividade do CNPq 2

 

 

 

Curso 11 - Competências para profissionais em um mercado de permanente mudança

Ministrantes: Tiago Febel, Daniela Boucinha e Manoela Ziebell de Oliveira

 

Preparar os indivíduos para as atuais demandas do mercado, em um cenário volátil, incerto, complexo e ambíguo tornou-se cada vez mais desafiador. Neste cenário a identificação e desenvolvimento de competências transferíveis é imprescindível. Assim este mini curso pretende sensibilizar os profissionais de Orientação Profissional para compreensão e desenvolvimento de competências consideradas necessárias à inserção e desenvolvimento de carreira no mercado de trabalho atual.

 

Minicurriculo: Daniela Boucinha: psicóloga, formada pela PUCRS, especialista em psicologia organizacional e mestre psicologia social (desenvolvimento de carreira). Coach certificada pela Sociedade Latino Americana da Coaching e International Association of Coaching Institutes (ICI). Atuação com coaching executivo e de carreira, desenvolvimento de liderança e gestão de pessoas. Experiência na área de Recursos Humanos e desenvolvimento de equipes. Forte atuação com aconselhamento e transições de carreira, elaboração e condução de projetos e palestras.  Atualmente coordena o Escritório de Carreiras da PUCRS.

 

 

 

Curso 12 - Gestão Pessoal da Carreira em Contexto Universitário

Ministrante: Maria do Céu Taveira (Portugal)

Disponível apenas para associados/as ABOP.
 

A Gestão Pessoal da Carreira designa um funcionamento autônomo e autorregulado, no domínio da carreira, que pode ser favorecido, com eficácia, em contexto universitário, através de aconselhamento breve estruturado, em pequeno grupo. Trata-se de intervenções destinadas a aumentar a adaptabilidade de carreira e a orientação para objetivos, exploração, ensaios de planos e obtenção de resultados de carreira desejados. Neste workshop apresentaremos o racional, a estrutura, os objetivos, as atividades, os instrumentos, e os resultados obtidos com o programa Seminário de Gestão Pessoal da Carreira (GPC), uma estratégia de intervenção eficaz com estudantes universitários e acadêmicos, que pode fazer parte integrante de um plano mais abrangente de promoção do desenvolvimento de carreira em contexto do ensino superior. Os participantes do workshop serão convidados a realizar três atividades práticas do Seminário GPC e a refletirem com a responsável sobre as mesmas, com vista a uma aprendizagem mais experiencial da estratégia. 

 

Minicurriculo: Mestre em Psicologia pela Universidade do Porto. Doutorada em Psicologia da Educação pela Universidade do Minho. Atualmente, docente do Departamento de Psicologia Aplicada da Escola de Psicologia da Universidade do Minho, em Portugal. Coordenadora do Grupo de Investigação em Desenvolvimento de Carreira e Aconselhamento no Centro de Investigação em Psicologia da UMinho. Docente dos Mestrados em Psicologia, Mestrado em Temas em Psicologia da Educação, Mestrado em Educação de Adultos, e do Programa Doutoral em Psicologia Aplicada, da UMinho. Quadro dirigente da Associação de Psicologia da Universidade do Minho, da Associação Portuguesa para o Desenvolvimento de Carreira e da Sociedade Portuguesa de Psicologia.

 

 

 

Curso 13 - Carreira e Saúde Mental na Pós-graduação: Possibilidade de Intervenção

Ministrante: Samantha de Toledo Martins Boehs

 

Em um mercado cada vez mais exigente e seletivo, a realização dos cursos de pós-graduação strictu sensu nas modalidades de mestrado e doutorado tem se configurado como uma alternativa de qualificação para melhor inserção profissional, especialmente no que se refere à atuação na área acadêmica. De maneira em geral a oferta dos cursos de mestrado e doutorado tem como finalidade a formação de docentes e/ou pesquisadores. Entretanto, nem sempre a escolha pelos cursos de pós-graduação é permeada por um desejo de seguir a carreira acadêmica. O minicurso será dividido em três momentos: 1. Contextualização sobre o panorama atual no que se refere aos fatores intervenientes que impactam direta e indiretamente a saúde mental dos estudantes de mestrado e doutorado. 2. Apresentação do modelo de intervenção de carreira e saúde mental desenvolvida a partir de um programa de apoio psicológico a estudantes de pós-graduação de uma Universidade Federal brasileira. 3. Atividade Prática com discussão em grupo sobre a temática. A proposta de intervenção visa o fortalecimento da saúde psíquica dos estudantes no enfrentamento de diversos fatores que influenciam a sua saúde mental bem como o incentivo a estratégias de  busca pelo bem-estar e equilíbrio da vida no decurso da pós-graduação. Enfatiza-se a necessidade da existência e propagação de ações que interfiram na prevenção do sofrimento e adoecimento mental dos estudantes de mestrado e doutorado.

 

Minicurriculo: Docente do Departamento de Administração Geral e Aplicada da Universidade Federal do Paraná. Doutora em Psicologia pela Universidade Federal de Santa Catarina (2017), área de concentração Psicologia das Organizações e do Trabalho. Mestre em Administração pela Universidade Federal do Paraná (2004) e Graduada em Psicologia pela Universidade Federal de Minas Gerais (2001). Formada em Teoria e Técnica de Grupos Operativos pela Síntese (2010). Atua como Psicóloga Organizacional e leciona nas áreas de Gestão de pessoas e Comportamento Humano. Organizadora do Livro Psicologia Positiva nas Organizações e no Trabalho: conceitos fundamentais e sentidos aplicados (2017), lançado pela editora Vetor. Integrante do Laboratório de Psicologia Positiva nas Organizações e no Trabalho - LAPPOT (PPGP/UFSC). Fundadora e coordenadora do MBA em Gestão de Talentos e Comportamento Humano Turma 2018 oferecido pelo Ceppad/UFPR. Membro da Associação Brasileira de Orientação Profissional (ABOP).

 

 

 

Curso 14 - Introdução à Orientação de Carreira na perspectiva da abordagem Cognitive Information Processing (CIP)
Ministrante: Renata Muniz Prado
 

O curso terá como objetivo apresentar a orientação profissional e de carreira fundamentada na abordagem Cognitive Information Processing (CIP). Desenvolvida nos Estados Unidos pelos psicólogos e pesquisadores Gary Peterson, Robert Reardon, James Sampson e Janet Lenz, a CIP, ou Processamento Cognitivo das Informações, busca integrar teoria, pesquisa e prática na solução de problemas de carreira e tomadas de decisão. Nessa perspectiva, uma intervenção eficaz exige o processamento efetivo de informações em quatro domínios: (a) autoconhecimento, em que são identificados valores, interesses e habilidades; (b) conhecimento ocupacional, em que buscam-se informações sobre o mundo do trabalho e características das profissões; (c) conhecimento sobre habilidades de tomadas de decisão, em que identificam-se os recursos e fatores envolvidos no processo de decisão de carreira; (d) processamento executivo, em que inclui-se a metacognição ou conhecimento das estratégias cognitivas utilizadas para resolver problemas de carreira, como automonitoramento e autorregulação. É importante destacar, que um pensamento disfuncional influencia todas as dimensões anteriores e certamente irá afetar a prontidão para a tomada de decisão de carreira. Portanto, este curso também irá apresentar recursos da CIP para identificação de pensamentos negativos de carreira e como desenvolver habilidades que favoreçam escolhas profissionais informadas e cuidadosas, e que levem em conta a complexidade dos diversos fatores envolvidos no desenvolvimento de carreira. A CIP tem sido considerada uma abordagem teórico-prática significativa para a compreensão do comportamento vocacional e intervenções de carreira.

 

Minicurriculo: Possui graduação em Psicologia pela Universidade Federal da Bahia, mestrado e doutorado pelo Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Humano e Saúde, do Instituto de Psicologia da Universidade de Brasília. Realizou doutorado-sanduíche no Programa de "Counseling Psychology", na Florida State University. É membro do World Council for Gifted and Talented Children e do National Career Development Association - U.S.A. Atua no Grupo de Pesquisa: Criatividade, Superdotação e Desenvolvimento Humano, vinculado à Universidade de Brasília. Dedica-se às atividades de pesquisa, ensino e extensão nas áreas de Psicologia do Desenvolvimento Humano e Psicologia Escolar, com ênfase nas seguintes temáticas: desenvolvimento de talentos, criatividade, processos familiares, orientação profissional e carreira (career counseling).

 

 

 

Curso 15 - Orientação Profissional e de Carreira com pessoas com deficiência: propostas de práticas inclusivas

Ministrante: Leonardo de Oliveira Barros

 

A deficiência é um processo dinâmico, multidimensional e complexo que acomete uma grande parcela da população brasileira. Apesar do alto índice de pessoas com algum tipo de deficiência, pouco é feito efetivamente para o rompimento de barreiras sociais e arquitetônicas que prejudicam a participação plena dos indivíduos nos diversos contextos. Neste cenário, o trabalho é uma possibilidade de emancipação pessoal, permitindo uma participação social, cabendo aos orientadores de carreira desenvolver práticas inclusivas, de modo a contribuir para a construção de trajetórias de carreira satisfatórias de pessoas com alguma deficiência. O objetivo deste curso é discutir o papel da Orientação Profissional e de Carreira junto às pessoas com deficiência, tendo como intuito a compreensão dos aspectos biológicos, psicológicos e sociais da deficiência, assim como, suas relações e implicações com o mundo do trabalho. Pretende-se apresentar propostas de atuações inclusivas nos diferentes contextos e levando em consideração as especificidades dos diversos tipos de deficiência. Serão abordados os dados referentes à deficiência no Brasil, características sociodemográficas, impactos das deficiências na formação subjetiva da personalidade vocacional, temas de carreira pertinentes à este grupo e as metodologias de intervenção que visem contribuir para a inclusão dessa população nos trabalhos dos orientadores de carreira. Assim, por meio de exposição dialogada dos assuntos, pretende-se discutir a importância da Orientação Profissional e de Carreira no compromisso com o desenvolvimento da justiça social permitindo maior alcance de populações, métodos e instrumentais da área.

 

Minicurriculo: Psicólogo graduado pela Universidade do Oeste Paulista. Mestre e Doutorando em Psicologia pelo Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Psicologia da Universidade São Francisco com ênfase em Avaliação Psicológica (bolsista CAPES). Tem se dedicado a estudos na área de Avaliação Psicológica, Construção e validação de instrumentos psicológicos, Orientação de Carreira, Interesses Profissionais, Psicologia e Deficiência visual, Psicologia Positiva. Membro do Grupo de Estudo, Pesquisas e Práticas em Orientação de Carreira (GEPPOC-USF) e do Núcleo de Estudos da Vida (NEVI-USF). Membro do Grupo de Trabalho de Psicologia Positiva e Criatividade da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-graduação (ANPEPP).

 

 

Curso 16 - Elaboração de Projetos interventivos em Orientação Profissional e de Carreira: Diferentes demandas e públlicos

Ministrante: Hugo Ferrari Cardoso

 

A orientação profissional (OP) é um processo interventivo que busca proporcionar reflexões e planos de ação no que diz respeito ao processo de planejamento de vida e escolha profissional. Nos dias atuais, a demanda por intervenções em OP vêm crescendo muito e despertando interesse de diversos públicos, tais como estudantes do ensino médio, profissionais em formação ou já formados e, ainda, pessoas que já estão próximas do momento da aposentadoria ou já se encontram aposentadas. Em outras palavras, a atuação do orientador profissional não se restringe apenas à clínica, mas sim esse profissional passa a atuar cada vez mais em outros espaços (como escolas, área social, do esporte, sistema prisional, dentre outras). Os projetos de OP, frequentemente, estão voltados ao público jovem, em função de a adolescência ser um período marcado pela entrada no mercado de trabalho ou escolha em um curso (seja ele profissionalizante, técnico ou superior). Porém, atualmente, o trabalho em OP está muito além de apenas “encontrar uma profissão/curso” para os orientandos. Com isso, percebe-se que muitas vezes os orientadores profissionais não se encontram aptos para atuarem junto a outros públicos que não sejam de adolescentes. Esse minicurso terá como objetivo debater e operacionalizar os participantes acerca das diferentes demandas e públicos que podem fazer parte de um processo de OP. O minicurso também contará com um momento de oficina de construção de projetos em OP para diferentes públicos e demandas. 

 

 

Minicurriculo: Possui graduação em Psicologia (Formação e Licenciatura/2008 e Bacharelado/2009) pela Universidade do Sagrado Coração; Pós graduação em Psicologia com ênfase em avaliação psicológica (Mestrado/2010; Doutorado/2013 e Pós doutorado/2015) pela Universidade São Francisco. Atualmente é Professor Assistente Doutor da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP) dos cursos de Psicologia (Graduação e Pós-graduação); membro da diretoria da Associação Brasileira de Orientação Profissional (ABOP - gestão 2016-2017 e gestão 2018-2019) e participante do grupo de trabalho da ANPEPP (GT Pesquisa em Avaliação Psicológica). Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em Construção e Validade de Testes, Escalas e Outras Medidas Psicológicas, atuando principalmente nos seguintes temas: Avaliação Psicológica, Psicologia Organizacional e do Trabalho e Orientação Profissional.